O vereador Goura propôs, nesta quarta-feira (22), requerimento de moção de apoio à ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público contra o Município de Curitiba, a URBS e os consórcios Pioneiro, Transbus e Pontual, que operam diversas linhas de ônibus em Curitiba. O MP pede a anulação da Concorrência Pública 005/2009-URBS, realizada, em 2009, em Curitiba. A moção deve ser votada na sessão de segunda-feira (27) na Câmara Municipal.

FRAUDES

Segundo a promotoria, o pedido foi motivado em virtude de fraudes e da atuação criminosa do grupo econômico que controla, há anos, o transporte coletivo da Curitiba e que atua em várias outras cidades, a exemplo de Guarapuava, onde a “Operação Riquixá” também levantou diversos indícios de fraudes no edital da licitação do transporte coletivo.

No ano de 2013 a Câmara Municipal de Curitiba realizou a CPI do transporte coletivo. Várias das conclusões do relatório da CPI não foram acatadas pela Prefeitura e URBS. Também assinaram o requerimento de moção de apoio as Vereadoras Noêmia Rocha e Professora Josete, e os Vereadores Tito Zeglin, Marcos Vieira, entre outros.

Nota do site da Câmara Municipal de Curitiba: – http://bit.ly/2MwIkNy

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here