A troca de experiências entre Brasil e Angola sobre políticas públicas de descarte de lixo e processamento de resíduos é o objetivo de uma Missão Oficial que será organizada Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). A proposta foi apresentada pelo deputado Goura (PDT) durante uma reunião entre o presidente da Alep, deputado Ademar Traiano (PSDB) e autoridades ambientais de Angola ocorrida nesta quarta-feira (17) no Gabinete da Presidência.

“Muito interessante a proposta de uma parceria visando a melhoria na política de resíduos. Temos no Brasil uma política nacional de resíduos sólidos, mas tanto Curitiba quanto outras cidades paranaenses precisam avançar muito para tratar de temas ligados à compostagem, tratamento adequado de resíduos orgânicos e ao tratamento social. A gente sabe que toda economia dos resíduos traz consigo uma preocupação muito grande que é de Direitos Humanos. Precisamos incentivar a troca de informações, de boas práticas, bem como trocas comerciais empresariais. O Paraná tem muito a crescer com essas parcerias”, avaliou Goura.

Farão parte comitiva que visitará Angola parlamentares representantes das Comissões de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais; de Indústria, Comércio, Emprego e Renda; e de Direitos Humanos, membros do Poder Executivos e empresários ligados ao setor.

Além do deputado Goura, que preside a Comissão de Meio Ambiente e foi o proponente da reunião com os representantes angolanos, participaram da reunião desta quarta-feira o deputado Tadeu Veneri (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alep; o presidente da Agência Nacional de Resíduos de Angola, Monteiro Gomes Lumbo; o diretor do Ministério do Ambiente de Angola, Eduardo Martins Andrade Baptista; o presidente do Instituto Gt3, Maurício Barcellos Degelmann.

A proposta do deputado Goura é que as Comissões da Assembleia elaborem um inventário com as principais políticas públicas na área de resíduos, praticadas no Paraná, para ser apresentado às autoridades ambientais angolanas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here