Túlio Gadêlha (PDT-PE) participa do “Quartas Trabalhistas”, nesta quarta (24), em Curitiba

O deputado federal pedetista Túlio Gadêlha, de Pernambuco, participa, nesta quarta-feira (24), em Curitiba, às 19 horas, no Salão Nobre do Prédio Histórico da UFPR, na Praça Santos Andrade, da terceira edição do “Quartas Trabalhistas”, evento de debates sobre conjuntura promovido pela Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini e pelo PDT do Paraná.

Também participam os pedetistas deputado estadual Goura, o deputado federal Gustavo Fruet e o vereador de Curitiba Marcos Vieira, além de outras lideranças trabalhistas do estado.

Confira o evento no Facebook clicando na foto:

Goura disse que a vinda do deputado Gadêlha é importante para ampliar as articulações em defesa das universidades públicas. “É preciso defender e fortalecer as universidades e instituições públicas de ensino superior que contribuem para o desenvolvimento econômico e social do país”, disse Goura.

“Nesta conversa com o Gadêlha vamos reafirmar este compromisso e estabelecer estratégias do partido para enfrentar os ataques do governo Bolsonaro”, disse. Goura é o idealizador da Frente Parlamentar de Promoção e Defesa das Universidades Públicas do Paraná, recebeu o apoio de outros 18 parlamentares da Assembleia Legislativa do Paraná.

Gadêlha vai falar sobre a política de desmontes do ensino público federal promovido pelo governo federal, que segundo o deputado representam um grande atraso para a educação superior e pode dar início ao processo de privatização das universidades públicas federais.

A favor da autonomia universitária

O deputado pernambucano já havia se manifestado a favor da autonomia das universidades, prevista no artigo 207 da Constituição Federal, quando se posicionou contra o decreto presidencial que que dá poderes à Secretaria de Governo de avaliar indicações para as reitorias de instituições federais de ensino superior. (Dec.  9.794, de maio de 2019).

“Este decreto de Bolsonaro é mais uma tentativa de enfraquecer as universidades federais, as quais ele deveria estar cuidando e investindo, não cortando recursos. Além de ferir a autonomia das universidades, prevista na Constituição, esta medida tem tudo para ser um instrumento de perseguição e retaliação”, declarou Gadêlha naquela ocasião.

O deputado Gadêlha é jurista, professor e deputado federal pelo PDT eleito por 75.642 pernambucanos. Saiba mais sobre ele na página da Câmara dos Deputados www.camara.leg.br/deputados/157130 e nas redes sociais: www.instagram.com/tulio.gadelha/ e www.facebook.com/TulioGadelhaOficial/.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here