Deputado Goura recebe lideranças indígenas na Assembleia Legislativa

O deputado Goura recebeu, nesta terça-feira (6), na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), lideranças indígenas que representam os povos que vivem no Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro e estão lutando contra a política de destruição da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), que é responsável por coordenar e executar a Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas.

As lideranças explicaram que, após a ocupação da Sesai em Brasília (DF), no mês de julho, foi assinado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para o reestabelecimento do transporte de emergência e para que o Ministério da Saúde faça a licitação dos contratos da Sesai no prazo máximo de 150 dias.

“O governo está promovendo um massacre moderno ao destruir a Sesai e inviabilizar a saúde indígena”, alertou o cacique Marciano Rodrigues. “Estamos aqui para pedir apoio ao deputado Goura e para que ele nos ajude a articular uma frente de defesa dos povos indígenas também junto aos deputados e senadores do PDT”, disse.

Os indígenas também explicaram que vão se manter mobilizados até que sejam atendidas todas as reivindicações referentes à saúde indígena, tais como: o restabelecer a autonomia de gestão da Sesai; dar transparência ao orçamento; retomar da participação social e reativar os conselhos indígenas que foram extintos arbitrariamente.

“Não é possível que o governo Bolsonaro continue com o massacre das populações indígenas a partir desta política de desmonte do sistema de saúde indígena, com o desmantelamento da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai)”, denunciou Goura. “Vamos trabalhar para mobilizar o PDT para abrir canais de comunicação e lutar para que a saúde indígena não tenha mais retrocessos”.

Os líderes indígenas também pediram apoio para a Mobilização Nacional pela Saúde Indígena, que vai acontecer no dia 12 de agosto e para a criação de um centro de referência das organizações indígenas, em Curitiba. “Vamos encaminhar as reivindicações e dar todo o apoio necessário aos indígenas”, garantiu Goura.

Com funciona a saúde indígena

A Secretaria Especial De Saúde Indígena (Sesai) é responsável por coordenar e executar a Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas e de todo o processo de gestão do Subsistema De Atenção à Saúde Indígena (SASISUS) no Sistema Único de Saúde (SUS).

A Sesai é composta por 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIS). O Distrito Sanitário Especiais Indígenas (DSEI) Litoral Sul abrange a faixa praiana dos estados do PR, SC, RS, SP, RJ e ES, com 23 mil pessoas de 11 etnias diferentes, entre elas Guarani, Kaingang, Tupi, Krenak e Pataxó.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here