Os deputados estaduais que integram a Frente Parlamentar de Promoção e Defesa das Universidades Públicas do Paraná da Assembleia legislativa, receberam, nesta terça-feira (6), logo após o término da sessão plenária, representantes dos sindicatos dos docentes e agentes das universidades estaduais do Paraná que entregaram um relatório sobre a minuta da Lei Geral das Universidades proposta pelo Governo do Estado.

“Os sindicatos foram claros em dizer aos representantes da frente parlamentar que rechaçam a proposta porque afronta a autonomia universitária, reduz o quadro de pessoal e contingencia os recursos para a universidades estaduais”, disse o deputado estadual Goura, presidente da Frente Parlamentar de Promoção e Defesa das Universidades Públicas do Paraná, que conta com outros 17 deputados na sua composição.

Participaram da reunião, além dos representantes da Seção Sindical dos Docentes da Universidade Estadual do Paraná (Sindunespar – Seção Sindical do ANDES-SN) os deputados Professor Lemos, Tadeu Veneri, Michele Caputo, Evandro Araújo, Tercílio Turini, Requião Filho, Emerson Bacil e Arilson Chiorato. Todos manifestaram apoio aos representantes aos docentes e agentes das universidades estaduais.

“Precisamos debater muito com toda a sociedade paranaense esta proposta feita pelo governo. Não podemos permitir que o tripé que fundamenta as universidades: pesquisa, ensino e extensão seja colocado de lado em nome de uma proposta que vise adequar o ensino superior ao mercado. Não podemos aceitar a privatização das nossas instituições de ensino superior que tanto colaboraram para o desenvolvimento econômico e social do Paraná”, disse Goura.

Relatório sobre a minuta da LGU

O relatório sobre a minuta da Lei Geral das Universidades (LGU) foi organizado pelas seções sindicais Adunioeste, Adunicentro, Sesduem, Sindiprol/Aduel, Sinduepg e Sindunespar e dos sindicatos unificados Sinteemar e Sinteoeste, que se reuniram, no dia 02 de agosto de 2019, no Anfiteatro Maior do Centro de Letras e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Londrina.

Confira a integra do documento clicando na foto abaixo:

Reunião na Casa Civil

Os representantes dos docentes e agentes universitários também foram recebidos pelo chefe da Casa Civil Guto Silva atendendo pedido dos deputados da frente parlamentar. “Este foi outro momento importante porque amplia a atuação do movimento em defesa das universidades e abre diálogo direto com o governo. Além de antecipar a posição dos docentes e agentes das universidades estaduais”, comentou Goura.

O chefe da Casa Civil disse que o governo está aberto ao diálogo e que até o momento a minuta é um documento a ser analisado e debatido. “Nada é definitivo e vamos fazer esta discussão da forma mais participativa e democrática possível”, disse Guto Silva.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here