Publicado há 4 meses

A Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais (Cempa) da Assembleia Legislativa do Paraná quer intensificar as ações que promovam a criação de novas unidades de conservação particulares por iniciativa de empresas e pessoas físicas.

 

Para isso, reuniu-se com representantes da Associação dos Protetores de Áreas Verdes de Curitiba e Região Metropolitana (Apave) e da Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS) para definir um plano de ação e uma agenda.

 

“Queremos juntar esforços para o fortalecimento das políticas de conservação de áreas naturais em Curitiba, na Região Metropolitana e em todo o Paraná. E vamos promover uma agenda neste sentido até o final desta legislatura”, disse o presidente da comissão, deputado estadual Goura (DT).

 

Promover a criação de RPPNs

 

Segundo ele, o objetivo é promover ações para que mais reservas particulares, as RPPNs (Reservas Particulares do Patrimônio Natural) sejam implantadas. “Essas novas unidades vão colaborar na preservação da água e da biodiversidade, além de fomentar a cultura da conservação”, comentou Goura.

 

Durante a reunião foram sugeridas a realização de um compilado sobre a legislação referente aos impostos, como o ICMS Ecológico e outros; à Certificação Life; políticas de incentivo à criação de RPPNs; ferramentas de gestão, entre outros temas.

 

Apresentação para empresários

 

Também ficou combinado a construção de um evento para uma apresentação sobre as vantagens de criação de RPPNs por empresas privadas.

 

“Nossa ideia seria promover junto à Fiep (Federação das Indústrias do Paraná) uma reunião com representantes das maiores empresas do Paraná para falar sobre a criação de áreas de preservação particulares”, disse Goura.

 

“No mesmo sentido faríamos, com a participação da Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba), reuniões com as prefeituras da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) para tratar da criação de novas RPPNs e como os municípios podem incentivar e se beneficiar desta política.”

 

Outra reunião proposta foi com secretário da Agricultura e Abastecimento do Paraná, Norberto Ortigara, para levar a mesma proposta aos produtores rurais do estado.

 

Representantes Apave e SPVS

Participaram da reunião pela Apave Terezinha Vareschi, Angelo Simão e Daniele Gidsicki e pela SPVS Nicholas Kaminski e Rafael Meirelles Sezerban. Pelo Mandato Goura, Caiê Alonso, do Jurídico.

 

Clique na imagem abaixo e conheça o documento “Diretrizes para Conservação da Biodiversidade na Região Metropolitana de Curitiba”, produzido pela Prefeitura de Curitiba e SPVS, em 2018, sobre RPPNs: