Mandato Goura

Mandato Goura na luta com as comunidades tradicionais do Taquari, em Campina Grande do Sul

A falta de infraestrutura e de uma atenção maior do poder público, além do difícil acesso aos centros urbanos próximos, foram os principais temas da reunião, que aconteceu, nesta sexta-feira (3), entre o deputado estadual Goura (PDT) e os moradores do Taquari, localidade que fica no interior rural de Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

 

A maior preocupação, segundo o deputado, é que essas condições resultam em imensas dificuldades de inclusão social e de desenvolvimento econômico às pessoas que vivem na região do Taquari e precisam de atenção dos representantes dos governos municipal, estadual e federal.

 

 

Também participaram da reunião representantes das comunidades de Canelinha, Ribeirão, Vila Bonfim, Jaguatirica, Terra Boa, Paiol de Baixo, Cerne e Coxo. A inciativa de promover a reunião com o Mandato Goura foram dos responsáveis em tocar o Projeto Taquari e da Cooperativa Nascente .

 

Compromisso

 

“Ouvimos as demandas da comunidade e propusemos algumas ações imediatas para tentar resolver aos poucos os problemas das pessoas”, contou Goura. “Nos comprometemos em procurar tanto a Prefeitura de Campina Grande do Sul e o Governo do Paraná para agendar, mediar e tentar atender as reivindicações da população.”

O deputado lembrou que a região de Campina Grande do Sul tem diversas outras potencialidades, além da vocação agrícola, para o desenvolvimento socioeconômico e melhoria de vida da população.

 

 

“O ecoturismo e suas modalidades, como o cicloturismo e o turismo de aventura são alternativas para a geração de emprego e renda na região. Temos o Parque Estadual do Pico Paraná, por exemplo, como grande atrativo para o ecoturismo”, comentou Goura.

 

Confira as fotos da visita ao Taquari:

Taquari - Campina Grande

 

Reivindicações

 

“Nós precisamos de apoio técnico para desenvolver e ampliar o projeto das hortas comunitárias e para fazer a transição para a agricultura orgânica daqueles que querem mudar o modelo de produção”, contou Adriele dos Santos, fundadora e presidente do Projeto Taquari, que atua há 10 anos com as moradoras e moradores da comunidade.

 

As hortas comunitárias são só uma das iniciativas do Projeto Taquari, que começou com o trabalho voluntário com diversas atividades como cursos e eventos semanais voltados, principalmente, para as mulheres e crianças da comunidade. O projeto não tem fins lucrativos.

 

 

“Tomamos a iniciativa porque as entidades e o poder público têm falhado em atender a nossa região”, disse Adriele. “Nosso objetivo com as iniciativas do projeto é fornecer chances de desenvolvimento, emprego, ensino (contraturno escolar) e assistência à comunidade”, disse ela, que agradeceu ao deputado. “O Goura é o primeiro deputado que visita o Taquari.”

 

Cooperativa

 

A Cooperativa Nascente tem 78 produtores rurais associados que produzem cerca de 200 toneladas de hortaliças por ano. “Temos produtores que trabalham com diversas culturas, entre frutas e verduras, por exemplo”, informou Alequesander dos Santos, presidente da cooperativa.

 

Segundo ele, dos 78 associados 5 já tem certificação orgânica e outros 13 estão em processo de certificação. “Nós precisamos de apoio para ampliar e trazer produtores para a agroecologia, que pode ser uma grande oportunidade de agregar mais valor à nossa produção e gerar mais renda”, avaliou ele.

 

 

Moradores

 

Além de reivindicar o apoio aos projetos, os participantes foram enfáticos em cobrar mais atenção dos governos. “Precisamos de investimentos em infraestrutura para melhoria das estradas rurais, para atender todos com água, esgoto e luz elétrica”, disse José Augusto de Oliveira, que mora no taquari há mais de 30 anos.

 

Para Celui Teixeira dos Santos, que mora na comunidade do Morro da Embratel, o projeto das hortas comunitárias é fundamental para que as mulheres da região possam ter uma fonte de renda que melhore a vida delas.

 

“Com os cursos podemos até ter alternativas, mas as hortas, se tivermos incentivo na produção e depois na comercialização, podem ser uma forma de melhorarmos a vida de muitas pessoas”, afirmou Celui. Segundo dados do Projeto Taquari, são cerca de 300 famílias vivendo nas comunidades.

 

 

 

Ação Política

 

O deputado Goura disse aos presentes que, além do caminho administrativo para que a comunidade tenha suas demandas atendidas, que há alternativas que devem ser levadas em conta pela população do Taquari e das outras localidades.

 

“Podemos encaminhar uma solução mais política ajudando na construção do debate para organizar as comunidades para que tenham representação junto à prefeitura e mesmo para eleger um representante na Câmara Municipal de Campina Grande do Sul”, sugeriu Goura.

 

O deputado agradeceu a receptividade dada pela comunidade do Taquari. “Fomos muito bem recebidos e agradecemos do fundo do coração o almoço oferecido com carinho pelas mulheres que fazem do Projeto Taquari ser uma força que vai mudando a realidade social da região”, agradeceu. “Sem política e solidariedade de verdade não há solução, Go!”

 

Confira uma reportagem sobre o Projeto Taquari:

 

 

 

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Get Curated Post Updates!

Sign up for my newsletter to see new photos, tips, and blog posts.

Subscribe to My Newsletter

Subscribe to my weekly newsletter. I don’t send any spam email ever!

Pular para o conteúdo