O deputado estadual Goura (PDT) destinou recursos, por meio de emendas do programa Paraná Mais Cidades do Governo do Paraná para fortalecer ações voltadas ao desenvolvimento sustentável do município de Morretes, no Litoral do Paraná. São R$ 435 mil destinados às áreas de meio ambiente, turismo de natureza, cicloturismo, obras e defesa civil.

 

Em visita ao município no dia 9 de setembro, Goura se reuniu com o prefeito Júlio Brindarolli, com a secretária de Meio Ambiente, Turismo e Cultura, Tatiana Perim, com o secretário de Agricultura, Gustavo Kemmer e com o vereador Isael do Rio Sagrado, para entregar pessoalmente o ofício com a destinação dos recursos.

 

A destinação dos recursos foi intermediada pelo vereador Isael e contemplam uma retroescavadeira, um triturador de galhos, sinalização turística e um kit para socorro em montanhas que será destinado ao Cosmo Marumbi (Corpo de Socorro em Montanhas).

 

“A retroescavadeira vai ajudar na manutenção das estradas rurais; o triturador será utilizado para a agroecologia, na trituração do material orgânico gerado; os equipamentos são para a Defesa Civil em especial para o Cosmo Marumbi, que faz um trabalho importantíssimo no Parque Marumbi, e recursos para sinalização turística dos atrativos múltiplos da cidade e auxiliar nas rotas de cicloturismo”, explicou Goura.

 

“O litoral precisa se desenvolver a partir dessas premissas, com apoio ao turismo de natureza e agroecologia. Seguimos trabalhando para fortalecer estes caminhos”, completou.

 

 

Mercado Comum Agrolitorâneo

 

Goura, que preside a Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais da Assembleia Legislativa, aproveitou a visita para discutir com o secretário Gustavo Kemmer a criação de um entreposto para os produtores da região, denominado Mercado Comum Agrolitorâneo.

 

Conforme explicou o secretário, a prefeitura já dispõe do espaço físico, está desenvolvendo o projeto e busca parcerias para sua implementação. “É um projeto para fomentar o mercado tanto de Morretes quanto do Litoral”, afirmou.

 

O objetivo é conectar os pequenos agricultores familiares, agroecológicos e convencionais, e criar um espaço de troca de conhecimentos e de saberes, além de incentivar a criação de um banco de sementes crioulas.

 

O projeto contempla a criação de um local de distribuição de alimentos (produtos in natura ou processado minimamente) e o transporte direto para o centro de comercialização no CEASA.

 

Com isso, objetiva-se a criação de um canal de comercialização dentro do CEASA, em parceria com o MERCADO DO PRODUTOR, para a venda de produtos agrícolas locais, sem a interferência de intermediários.

 

Além disso, o projeto prevê a criação de um local de capacitação regional de agricultura orgânica e manejo agroecológico, para o incentivo da prática na região do Litoral Paranaense e a construção de uma Cozinha Comunitária de Beneficiamento que sirva para formação e agroindustrialização de alimentos orgânicos e convencionais.

 

 

Associação Agroflorestal e Ecológica

 

Outra agenda de Goura no município foi na Amae (Associação Morretes Agroflorestal e Ecológica), que é uma associação de pequenos produtores que trabalha integrando a preservação com a produção de alimentos livres de agrotóxicos.

 

“Acho que um dos grandes ensinamentos da agroecologia e da agrofloresta é o que a gente chama de ‘mais com mais’, que é a gente sair da competição e poder cooperar para encontrar formas para trazer essa resiliência para todos nós”, afirmou Guilber Luiz Wistuba, um dos membros da Amae.

 

Ao conhecer o trabalho desenvolvido pela Amae, Goura ressaltou que é preciso potencializar cada vez mais essas iniciativas com a construção de políticas públicas concretas.

 

“Iniciativas como esta aqui de Morretes nós temos também em todo o Paraná, mas elas precisam de políticas públicas de incentivo e de apoio para a transição agroecológica e para garantia de todos esses benefícios de preservação da cultura, de preservação do meio ambiente e de resgate de saberes importantíssimos”, frisou.

 

 

Associação de recicláveis

 

O deputado Goura também aproveitou para conhecer a Acomarem (Associação dos Coletores de Materiais Recicláveis de Morretes), que realiza o tratamento de resíduos no município. A visita foi acompanhada pela secretária Tatiana Perim e pelo vereador Isael.

 

Conforme explicou o presidente da Acomarem, Anderson Petla, a associação conta com 11 associados e faz a coleta em todo município utilizando um caminhão cedido pela prefeitura.

 

“Precisamos urgente de mais um barracão, se possível com refeitório e banheiro, porque o nosso barracão é muito pequeno e estamos trabalhando na chuva”, ressaltou.

 

Além disso, Anderson relatou que já se faz necessário uma prensa maior e um outro caminhão para atender a demanda do município.

 

“A associação recebe 30 toneladas de materiais recicláveis por mês e realiza um trabalho importantíssimo para o município e para o meio ambiente porque garante a possibilidade de reaproveitamento e reciclagem de produtos que já foram inutilizados. Vamos buscar fortalecer essas ações junto ao Governo do Estado”, afirmou Goura.

 

 

Academia ao ar livre

 

Em 2020, atendendo a uma solicitação do vereador Isael, o Mandato Goura destinou uma emenda para a implantação de uma academia ao ar livre na Comunidade do Rio Sagrado.