NOTÍCIAS

Goura usa tribuna da Alep para fazer alerta sobre saúde mental das forças de segurança do Paraná

O deputado Goura (PDT), membro da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), usou a tribuna na sessão ordinária desta terça-feira (26) para fazer um alerta sobre a saúde mental dos servidores da segurança pública no Paraná.   Goura citou a agressão sofrida pela empresária Stephany Rodrigues, na Cidade Industrial de Curitiba, no dia 23 de outubro, durante uma operação de fiscalização realizada pela Polícia Militar, e o caso ocorrido no dia 20 de outubro, em Londrina, quando o Soldado da Polícia Militar Nelcindo Zanchi Junior, atentou contra a própria vida.  

Clique aqui e saiba mais

“Semana Lixo Zero” terá mutirão na Ilha de Superagui a partir desta terça-feira (26)

A ação é uma parceria da Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais da Assembleia Legislativa, por meio do mandato do presidente da comissão, deputado Goura (PDT), com a Associação dos Moradores, Associação das Mulheres e Associação Turismo de Superagui, Movimento dos Pescadores Artesanais do Paraná (Mopear) e Paraná Lixo Zero.   A Ilha de Superagui tem população de aproximadamente 1.200 habitantes, se localiza no município de Guaraqueçaba e integra o Parque Nacional de Superagui, criado em 1989 e declarado Reserva da Biosfera e Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco.   A programação

Clique aqui e saiba mais

Goura (PDT) questiona nomeações do governador Ratinho Jr. ao Conselho de Recuperação dos Bens Ambientais Lesados do Fundo Estadual de Meio Ambiente (Fema)

As decisões dos membros representantes da organização da sociedade civil, que foram nomeados junto ao Conselho de Recuperação dos Bens Ambientais Lesados do Fundo Estadual de Meio Ambiente (Fema) pelo governador Ratinho Jr e o secretário Marcio Nunes (Sedest), no dia 20 de outubro, por meio do Decreto 9.113, podem configurar, segundo o deputado estadual Goura (PDT), desvio de finalidade e os recursos do fundo podem não ser usados na recuperação dos danos ao meio ambiente.   “O risco de o recurso ser gerido com a participação de entidades que não têm relação com a

Clique aqui e saiba mais

“Projeto Cultivando Saberes do Colégio Leôncio Correa deve ser exemplo para todas as escolas do Paraná”, diz Goura

Você já imaginou uma escola pública com sistema de captação de água da chuva, placas fotovoltaicas para energia solar, biodigestor para produção de gás, composteira que produz adubo para a horta orgânica, jardim das sensações, bioconstrução, caixas de abelhas mirins e um sistema agroflorestal?   Pois essa escola existe e o projeto, que foi premiado pela Organização das Nações Unidas (ONU), é desenvolvido no Colégio Estadual Leôncio Correa, em Curitiba.   A iniciativa partiu do professor de Sociologia, Gabriel Portugal Sorrentino, e recebeu apoio da direção da escola. Assim, o projeto “Cultivando Saberes: educação socioambiental

Clique aqui e saiba mais

Prefeitura de Curitiba é denunciada no TJ-PR por confisco ilegal de milhões de reais em créditos do cartão de transporte dos usuários

Para evitar o confisco de milhões de reais dos créditos do cartão transporte dos usuários do sistema de ônibus de Curitiba, após o fim da validade de um ano, o deputado estadual Goura (PDT), protocolou, nesta terça-feira (19), uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) junto ao Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), com pedido de cautelar para a suspensão das leis municipais, decretos do Poder Executivo que determinam este prazo de prescrição.   “Desde que a Prefeitura de Curitiba decretou a redução do prazo de validade dos créditos do cartão transporte, em 2017, já foram

Clique aqui e saiba mais

Comunidades de pescadores artesanais de Guaraqueçaba que reivindicam acesso à energia elétrica vão receber visita técnica

Mais um passo para foi dado, nesta quarta-feira (13), para atender à reivindicação de acesso à energia elétrica pelas comunidades de pescadores e pescadoras tradicionais caiçaras do município de Guaraqueçaba, no Litoral Paranaense, que vivem em situação de vulnerabilidade social e econômica por não contarem com esse serviço essencial básico.   Para isso, foi realizada uma reunião encaminhada pelo deputado Goura (PDT), presidente da Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), com representantes da área técnica da Copel (Companhia Paranaense de Energia), da Superintendência do Ibama no

Clique aqui e saiba mais

Conferência Popular de Habitação divulga “Manifesto: Por uma Política Pública de Moradia Digna”

“Reivindicamos moradia digna para todas e todos. Morar para dormir, morar para viver, morar para brincar, morar para comer, morar para trabalhar, morar para se registrar, morar para se cuidar, morar para ser!”   Esse trecho dá o tom do “Manifesto: Por uma Política Pública de Moradia Digna”, que foi divulgado, nesta sexta-feira (8), no encerramento da primeira Conferência Popular de Habitação de Curitiba e Região Metropolitana, em assembleia geral realizada na ocupação Nova Esperança.   O manifesto foi elaborado a partir das discussões realizadas durante os cinco dias do evento, que foi organizado por

Clique aqui e saiba mais

É preciso diversificar a política pública de habitação e combater a desigualdade estrutural para garantir o direito à cidade

No Brasil, em geral, as políticas públicas de habitação, quando existem, não garantem o direito à cidade. Esse modelo, segundo a coordenadora nacional do BrCidades, Erminia Maricato, é resultado da desigualdade estrutural na produção da cidade. Uma das formas de mudar essa realidade, segundo a arquiteta, é diversificar a política de habitação.   Professora titular aposentada da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da FAU-USP, Erminia Maricato atuou na Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano do Município de São Paulo e formulou a proposta de criação do Ministério das Cidades. Nesta quarta-feira (6), ela participou da

Clique aqui e saiba mais

“A política habitacional de Curitiba é ultrapassada e falida”, afirma a arquiteta Madianita Nunes da UFPR

“Tem direito à moradia quem tem como pagar pela casa. E esse é um modelo falido. O problema habitacional de Curitiba, já está mais do que provado, não vai ser resolvido por iniciativa privada. É preciso, urgentemente conceber uma política pautada em paradigmas radicalmente distintos desses que vêm sendo praticados”.   A avaliação é da professora do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFPR e coordenadora do Núcleo Curitiba da rede Observatório das Metrópoles, Madianita Nunes, que, juntamente com a arquiteta e urbanista e atual coordenadora Nacional do Projeto BrCidades, Ermínia Maricato, compôs a mesa:

Clique aqui e saiba mais

Abertura da Conferência Popular de Habitação de Curitiba e Região Metropolitana destaca que moradia é direito constitucional e humano

“A moradia tem que existir como política pública no âmbito dos três poderes. É um direito constitucional e um direito humano”. A afirmação foi feita pela líder comunitária da Vila União de Almirante Tamandaré e representante do Movimento Nacional de Luta pela Moradia, Ilma Lurdes Santos, durante a audiência pública que abriu a primeira Conferência Popular de Habitação de Curitiba e Região Metropolitana, realizada nesta quinta-feira (5).   Mediada pelo deputado estadual Goura (PDT), a audiência pública teve como tema “Direito à Moradia e Planejamento Integrado da RMC”, e contou com a presença de representantes

Clique aqui e saiba mais