Mandato Goura

“O governador Ratinho Jr. deveria explicar para a comunidade os danos ambientais que a Nova Ferroeste vai causar na Serra do Mar”, diz Goura

O deputado estadual Goura (PDT) disse, em pronunciamento na sessão desta segunda-feira (14) da Assembleia Legislativa do Paraná, que o governador Ratinho Jr. deveria explicar para a comunidade os impactos ambientais negativos da construção da Nova Ferroeste no trecho que vai cortar a Serra do Mar.

 

No pronunciamento, o deputado relatou a sua participação, na quinta-feira (10), na Reunião Técnica Informativa sobre o Estudo de Impacto Ambiental da Nova Ferroeste. Trata-se de um investimento de quase R$ 30 bilhões, para exploração da ferrovia por 70 anos.

 

“A reunião aconteceu em Morretes, na Comunidade do Novo Mundo de Saquarema, com a presença de quase 300 pessoas. Esta foi uma prévia das audiências públicas que deverão acontecer dentro do processo de licenciamento ambiental”, contou Goura.

 

CONFIRA ABAIXO O VÍDEO COM A FALA DO DEPUTADO GOURA NA REUNIÃO:

 

 

Segundo ele, o Estudo de Impacto Ambiental da Nova Ferroeste custou R$ 25 milhões, já foi aprovado pelo Ibama e publicado no Diário Oficial da União, em 21 de fevereiro. “Com isso, as prefeituras dos 49 municípios do Paraná e Mato Grosso do Sul que estão no traçado da Nova Ferroeste têm até 4 de abril para solicitar audiência pública junto ao Ibama”, informou.

 

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE

 

Goura disse que a Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais da Assembleia Legislativa está aberta à comunidade do litoral, para servir como um canal de intermediação, de diálogo e de construção junto ao Governo do Paraná para tratar dos impactos da Nova Ferroeste.

 

“Neste sentido, faço ainda um apelo ao governador Ratinho Jr., para que leve em consideração as diretrizes estabelecidas pelo Plano de Desenvolvimento do Litoral, o PDS, que é um estudo pago pelo Estado para nortear as políticas públicas para a região”, alertou.

 

DEBATE COM A SOCIEDADE

 

Goura explicou que é nesse momento do processo de licenciamento ambiental onde o projeto e seus impactos negativos podem ser discutidos com a sociedade.

 

“O diálogo e a construção da possibilidade de uma análise crítica por parte da comunidade são fundamentais para garantir a transparência e participação de todos que serão afetados pela ferrovia”, declarou.

 

ÂNIMOS E EMOÇÕES À FLOR DA PELE

 

“É óbvio que quando algo impacta diretamente as casas das pessoas, isso mexe com os ânimos e com as emoções de todos. Basta imaginar as consequências para os moradores das localidades do Novo Mundo e do rio Sagrado, em Morretes, dos impactos da Nova Ferroeste”, alertou.

 

Goura citou, como exemplo, que na área destas comunidades está prevista a construção de um viaduto de 1.400 metros, a 100 metros de altura, impactando diretamente 58 propriedades e modificando a paisagem com uma estrutura gigantesca de concreto.

 

São 45,47 km de trilhos que vão cortar o município de Morretes, com uma faixa de domínio de 40 metros de cada lado da ferrovia. “Neste caso, a partir de uma solicitação da comunidade Novo Mundo e da Prefeitura de Morretes foi modificado o traçado, com a aproximação junto a BR-277”, informou.

 

IMPACTOS AMBIENTAIS NA SERRA DO MAR

 

“Ao todo, serão construídos 18 km de viadutos e 8 km de túneis nesse trecho da Nova Ferroeste que cortará a Serra do Mar, onde temos os maiores remanescentes de Mata Atlântica do Brasil”, alertou.

 

Segundo o EIA/RIMA, 250 cursos d’água serão afetados. Isso representa ¼ de todos os cursos d’água de toda a extensão da Ferroeste, nos seus mais de 1.300 km. “É normal que os moradores de Novo Mundo considerem tudo isso um ‘desastre ambiental’. A obra vai impactar a vida e a economia local, que têm nas atividades ao ar livre um dos seus maiores atrativos.”

 

Goura destacou que o turismo nas suas diversas modalidades, seja rural, ecológico, de aventura, cicloturismo e outros vai perder atrativos. A agricultura familiar e orgânica praticada na região será prejudicada. E muitos outros impactos negativos estão previstos.

 

O GOVERNADOR RATINHO JR DEVERIA EXPLICAR

 

“O governador Ratinho Jr. deveria explicar para a sociedade os impactos da Nova Ferroeste. Porque ele é um dos idealizadores desse projeto. É verdade que o projeto vem sendo discutido há décadas. Mas este modelo, este traçado e sua concepção são do governo Ratinho Jr”, disse.

 

O deputado Goura questionou a necessidade da Nova Ferroeste. “Vamos ser claros com a população: A quem interessa a Nova Ferroeste? A resposta é evidente: o principal objetivo desta obra é atender os interesses econômicos do agronegócio. Ou seja, para exportar soja e milho”, destacou.

 

A Nova Ferroeste, que vai destruir uma parte significativa de área preservada da Serra do mar, será construída para beneficiar esse modelo de agricultura que está destruindo o planeta, destruindo biomas, florestas e impactando a produção da água no país. As secas estão aí para comprovar”, denunciou.

 

Para o deputado, neste momento em que se vive o fenômeno das emergências climáticas, com gravíssimas consequências especialmente para a população mais pobre, não se justifica gastar R$ 29,4 bilhões para construir uma ferrovia que vai ampliar ainda mais os privilégios do agronegócio.

 

“O agronegócio que é um dos maiores responsáveis pelas mudanças climáticas, com uma agricultura extensiva e química, que leva ao desmatamento. Isto é o que precisa ser dito com clareza.”, destacou Goura.

 

A FAVOR DO MODAL FERROVIÁRIO

 

“Não somos contra o modelo ferroviário. Seja para o transporte de cargas, seja para o transporte de passageiros. Mas diante dos interesses que estão em jogo no caso da Nova Ferroeste, dos conflitos e dos prejuízos que isto pode gerar, é preciso ter muito cuidado. E aqui, eu tomo uma posição em favor do interesse dos mais vulneráveis.”, concluiu.

 

ASSISTA ABAIXO A ÍNTEGRA DO PRONUNCIAMENTO DO DEPUTADO GOURA NA SESSÃOM DESTA SEGUNDA-FEIRA (14):

 

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Get Curated Post Updates!

Sign up for my newsletter to see new photos, tips, and blog posts.

Subscribe to My Newsletter

Subscribe to my weekly newsletter. I don’t send any spam email ever!

Pular para o conteúdo