Publicado há 9 meses

A UFPR Litoral, por meio do curso de Gestão de Turismo, realiza nos dias 7, 8 e 9 de julho, às 14 horas, por meio de videoconferência, um levantamento participativo para a criação da Rota Caiçara de Cicloturismo, que interligará os sete municípios do Litoral Paranaense por ciclorrotas.

O objetivo é ouvir gestores de turismo do litoral e organizações do cicloturismo para definir a melhor proposta para o cicloturismo do litoral paranaense. A videoconferência acontecerá através da plataforma Google Meet, acesse clicando aqui.

Programação

Na terça-feira (7), o debate será com representantes de Matinhos e Guaratuba); na quarta-feira (8), com gestores de Pontal do Paraná e Paranaguá e na quinta-feira (9), com participantes de Antonina, Morretes e Guaraqueçaba. O início será às 14 horas em todos os dias.

 

Pesquisa Rotas Cicloturísticas do Paraná
O Paraná Projetos, vinculado à Secretaria de Estado do Planejamento e Projetos Estruturantes/SEPL, e a Câmara Técnica de Cicloturismo, vinculada ao CONCICLO – Conselho Paranaense de Ciclomobilidade, estão realizando uma pesquisa sobre Rotas Cicloturísticas do Paraná poor meio de um questionário no Google Forms. Para participar basta preencher o formulário clicando aqui.

Lei do Cicloturismo do Litoral

O evento também vai abordar a importância da Lei do Cicloturismo do Litoral, Lei 20.196, que foi sancionada, em abril deste ano e foi proposta pela bancada do PDT na Assembleia Legislativa do Paraná, composta pelos deputados Goura, Marcio Pacheco e Nelson Luersen.

A Lei estabelece o incentivo ao uso de bicicletas para explorar as rotas do litoral. Integram a rota do cicloturismo os municípios de Antonina, Guaraqueçaba, Guaratuba, Matinhos, Morretes, Paranaguá e Pontal do Paraná.

 

Política estadual

Para o deputado Goura, que também é autor das Leis 20.068/2019 e 19.956/2019, que criam respectivamente os Circuitos Cicloturísticos do Sudoeste do Paraná e do Alto Iguaçu, o objetivo é criar uma política estadual de cicloturismo.

“Ter uma política pública de incentivo ao cicloturismo seria inédito no Brasil. E nós queremos o Paraná na vanguarda desta política”, explicou ao destacar que o cicloturismo é também uma fonte geradora de economia e desenvolvimento sustentável para os municípios.

Gestão de Turismo da UFPR Litoral

Conforme explicou o professor José Pedro de Ros, a iniciativa do curso de Gestão de Turismo conta com a participação dos Projetos de Extensão Governança Participativa para o Turismo de Base Comunitária, Ecoturismo e Turismo de Aventura no Litoral do Paraná e do Ciclovida. “É um projeto guarda-chuva destes dois projetos de extensão”, observou.

Segundo ele, um dos objetivos é pensar em uma rota que envolva a Grande Curitiba com os sete municípios e as respectivas unidades de conservação. “Nesse momento é uma conversa inicial onde a gente vai estabelecer um canal de comunicação para identificar os principais gargalos e o que estamos chamando de pontos de interesses”, explicou José Pedro.

Levantamento participativo

A partir desse levantamento, a ideia é construir coletivamente um projeto envolvendo uma rota que interligue os sete municípios e rotas secundárias, pontos turísticos, locais para hospedagem, campings e demais atrativos que possam servir de gerador de fluxo para o turismo da região.