POR ASSUNTO NOTÍCIAS:#solidariedade

Goura participa do ato “Vacina é ciência, vacina é vida” na UFPR

Em defesa da ciência e da vacinação em massa da população, o deputado estadual Goura (PDT) participou, nesta sexta-feira (29), do ato #VacinaÉCiência #VacinaÉVida, nas escadarias do prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR), na Praça Santos Andrade, no Centro de Curitiba (PR).

“Mais uma vez, o nosso mandato se posicionou plenamente a favor da ciência e da pesquisa científica. Sempre nos colocamos a favor da universidade pública, que se mostrou imprescindível nessa pandemia”, disse Goura, que é o coordenador da Frente Parlamentar pela Promoção e Defesa das Universidades Públicas do Paraná da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

Convocada pela Associação de Professores da Universidade Federal do Paraná (APUFPR) e pelo Sindicato dos Trabalhadores Em Educação das Instituições Federais de Ensino Superior no Estado do Paraná (Sinditest-PR), a manifestação, que respeitou as medidas de segurança sanitária, contou com a presença de representantes de movimentos sociais, entidades, lideranças políticas e partidos. O deputado federal Gustavo Fruet (PDT) também participou do ato.

Assista ao vídeo com a íntegra do ato:

Vacinação em massa

Goura foi enfático na defesa da vacinação em massa da população contra a Covid-19 e criticou a negligência do Governo Federal em promover uma campanha de vacinação e todas as medidas erráticas na condução do combate à pandemia. “Temos que fazer a vacinação para toda a sociedade e com celeridade. O mais urgente é atender rapidamente quem está na linha de frente no combate à Covid-19”, alertou.

O deputado também disse que a Prefeitura de Curitiba errou ao centralizar a imunização em um só lugar, no Parque Barigui, que foi revertida nesta sexta-feira após críticas de entidades médicas e do Ministério Público. “Não é admissível tantos erros. A população precisa que os gestores públicos ajam com responsabilidade.”

Carreata e bicicletada, neste domingo (31)

Neste domingo (31), a partir das 15 horas, na Praça Nossa Senhora da Salete, no Centro Cívico, em Curitiba, acontece a concentração para a carreata e a bicicletada “Vacina Já – Mais recursos para o SUS”. A manifestação é em favor da mobilização nacional pelo direito à vacina gratuita para todos e todas e em defesa da vida contra o governo genocida de Bolsonaro e Mourão.

 

Há 10 meses
PL que cria o Circuito Cicloturístico Quilombos do Ribeira e Parque das Lauráceas vai promover desenvolvimento sustentável da região

Com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável e incentivar a economia local do Vale do Ribeira, o deputado estadual Goura (PDT), protocolou na Assembleia Legislativa o PL 701/2020, que institui o Circuito Cicloturístico Quilombos do Ribeira e Parque das Lauráceas. Também assinam a proposta os deputados Tadeu Veneri (PT) e Evandro Araújo (PSC).

“Mais do que criar um circuito de cicloturismo, este projeto pretende ser uma ferramenta para o desenvolvimento econômico e social desta região”, explicou Goura. “Queremos valorizar a cultura, em especial a de matriz africana, representada pelos quilombos localizados no Vale do Ribeira.”

Parque Estadual das Lauráceas

Segundo ele, o desenvolvimento dos arranjos produtivos locais e a movimentação da economia de Adrianópolis e Tunas do Paraná e de outros municípios da região.

“A atividade de ecoturismo vai ajudar a integrar as comunidades locais e valorizar os atributos naturais do Parque Estadual das Lauráceas, com a contratação preferencial de mão de obra, bens e serviços locais”, explicou.

Integram o Circuito Cicloturístico Quilombos da Ribeira e Parque das Lauráceas, além dos municípios de Adrianópolis e Tunas do Paraná, as seguintes comunidades: Quilombo Córrego do Franco; Quilombo João Surá; Quilombo do Marumbi e Quilombo São João.

Visita ao Quilombo João Surá

O Mandato Goura visitou, no início de setembro, a Comunidade Remanescente Quilombola (CRQ) João Surá, que fica no Vale do Ribeira, para conhecer as demandas dos moradores e pedir providência ao Governo do Paraná.

“Ressaltamos que se trata da região mais pobre do estado, portanto a intervenção do Poder Público para garantir o acesso às demandas básicas da população como saúde, educação e infraestrutura é fundamental”, afirmou o deputado estadual Goura (PDT).

Entrega de computadores

Quando visitou a comunidade, o deputado Goura conheceu a Escola Diogo Ramos e se comprometeu a viabilizar a doação de computadores para incentivar a inclusão digital dos estudantes e comunidade.

“Nós conseguimos uma doação do Grupo Positivo de cinco computadores para a escola. Os equipamentos já foram entregues agora no início de dezembro. Esta ação faz parte do projeto de Inclusão Digital das Comunidades Indígenas e Quilombolas”, explicou Goura.

O Quilombo João Surá fica a 50 quilômetros da sede do município de Adrianópolis, na região do Alto do Vale do Rio Ribeira do Iguape, na divisa entre Paraná e São Paulo. Sua área se localiza na confluência dos rios Ribeira e do Pardo e faz limite com o Parque Estadual das Lauráceas, o maior do Paraná.

Requerimentos ao Governo do Paraná

O deputado informou que outras demandas foram encaminhadas via requerimento, ao Governo do Estado e ainda aguardam respostas. São elas:

Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Requerimento N° 0243810/2020) – suporte técnico para a produção agrícola, capacitação e infraestrutura para as comunidades terem acesso às políticas de comercialização institucional, garantindo a permanência dos agricultores no campo.

Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Requerimento N° 0243797/2020) – a implantação de novas Turmas Itinerantes na Região do Vale do Ribeira, garantindo o acesso aos alunos do local ao ensino superior.

Secretaria de Estado de Educação (Requerimento N° 0243824/2020) –  1. Um compromisso oficial por parte do Estado pela manutenção/contra o fechamento das escolas do campo; 2. A construção de três creches na região; 3. O término da obra do Colégio Estadual Quilombola Diogo Ramos, que já se encontraria próxima da conclusão.

Secretaria de Estado de Saúde (Requerimento N° 0243781/2020) – a disponibilização de carro para conduzir pessoas da comunidade a consultas e atendimentos de emergência em Porto Novo.

Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Requerimento N° 0243842/2020) – 1. Realizar consulta prévia à comunidade para construção de grandes empreendimentos, em especial hidrelétricas; 2. Melhorias nas estradas de terra e balsas do município de Adrianópolis.

De acordo com os moradores, para acessar a sede do município são 18 quilômetros de estrada de chão de difícil acesso devido à grande quantidade de galhos que interditam parte da estrada. No caso do segundo acesso, pela Barra do Turvo, os moradores dependem de uma balsa manual para atravessar o rio.

https://www.facebook.com/mandatogoura/posts/3520700201308703

Turismo Comunitário

Outros dois requerimentos foram encaminhados pelo deputado Goura à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Sustentável e Turismo (Sedest) solicitando o fortalecimento do turismo comunitário na região do Vale do Ribeira e a observância à Convenção Nº 169 da Organização Internacional do Trabalho – OIT sobre Povos Indígenas e Tribais.

“O Turismo Comunitário é aquele desenvolvido pelos próprios moradores de um lugar, passando a articular atividades, operações e empreendimentos em uma comunidade. Essa modalidade surgiu no país como resistência e alternativa a grandes empreendimentos que praticavam turismo predatório, sem cuidar da preservação do ambiente e das comunidades locais”, justificou Goura.

No turismo comunitário tira-se o foco do lucro, e prioriza-se outros valores, como a identidade cultural e o cuidado com as riquezas naturais. “

No Paraná temos diversas regiões com potencial enorme para prática deste tipo de turismo, todavia, em poucos lugares reúnem-se tantos atrativos culturais e naturais como no Vale do Ribeira e do Parque Estadual das Lauráceas”, ressalta.

A região abriga aproximadamente 61% dos remanescentes de Mata Atlântica do Brasil, sendo a principal área contínua deste bioma no país. Além da riquíssima e singular biodiversidade, o local abriga também povos e comunidades tradicionais que ajudam a preservar o local. Por estes e outros motivos a região foi declarada como Patrimônio Natural da Humanidade em 1999.

Goura destaca ainda que os sete municípios que compõe a parte paranaense da localidade têm o pior Índice de Desenvolvimento Humano – IDH do Estado, o que demanda fortes investimentos para acentuar as vocações locais e valorizar seu povo e seu território.

Respeito aos povos tradicionais

Sobre a necessidade de observância à Convenção Nº 169 da Organização Internacional do Trabalho – OIT sobre Povos Indígenas e Tribais, Goura ressalta que essa medida é necessária devido aos dos graves riscos existentes e infelizmente já experimentados por diversos povos e comunidades tradicionais no Brasil quando da instalação de empreendimentos ou atividades em seus territórios

“Estamos falando do respeito à Benzedores, Ciganos, Indígenas, Quilombolas, Cipozeiros, Ilhéus, Religiões de Matriz Africana, Faxinalenses, Caiçaras e Pescadores Artesanais e seus respectivos territórios, atividades, cultura, saberes e decisões”, disse.

Segundo ele, “para estes povos e comunidades é conferido o direito à consulta livre, prévia e informada, que constitui um dever do Estado em perguntar, adequada e respeitosamente, aos povos e comunidades sua posição sobre decisões administrativas e legislativas capazes de afetar suas vidas e seus direitos”, destacou.

Por fim, Goura ressaltou que tais medidas de atenção e respeito para com a CRQ João Surá é uma forma de reafirmar o compromisso com os povos tradicionais do Paraná, com o fortalecimento dos movimentos sociais e com a garantia dos espaços de participação. “Neste sentido, temos acompanhado com proximidade o funcionamento do Conselho Estadual dos Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais e estamos atentos às demandas que surgem por parte dos representantes da sociedade civil”, concluiu.

 

 

 

Há 12 meses
Solidariedade na pandemia – Confira a lista de pescadores, produtores rurais e artesanais do Litoral

O Mandato Goura cadastrou pescadores, produtores rurais e artesanais do Litoral Paranaense para criar uma lista de divulgação e facilitar a comercialização dos produtos.

Há 2 anos
Colabore para criar uma lista de pescadores, produtores rurais e artesanais do Litoral do Paraná

O Mandato Goura está cadastrando pescadores, produtores rurais e artesanais do litoral paranaense para criar uma lista de divulgação e facilitar a comercialização.

Há 2 anos
Deputados do PDT pedem aos Correios tarifa reduzida no Sedex enviados aos presos durante pandemia da covid-19

O deputado federal Gustavo Fruet e o deputado estadual Goura , do PDT Paraná, solicitaram aos Correios, por meio de ofício conjunto encaminhado ao presidente da empresa, Floriano Peixoto Vieira Neto, no dia 9 de abril, a criação de uma tarifa reduzida para o envio de Sedex (Serviço de Encomenda Expressa Nacional) às unidades penitenciárias durante o período de isolamento social necessário à contenção da covid-19

Há 2 anos
Brasileiros isolados pela pandemia da covid-19 na Terra do Fogo começam volta ao Brasil nesta quarta (8)

O drama dos viajantes brasileiros afetados pela pandemia do novo coronavírus que estavam isolados em Ushuaia, na província da Terra do Fogo, na Argentina, desde o início de março, começa a ter fim nesta quarta-feira (8).

Há 2 anos
Ajude quem mais precisa durante a pandemia do coronavírus

Em tempos de pandemia, a solidariedade é fundamental. Por isso, o mandato Goura criou uma lista de ONGs, coletivos, voluntariados e redes de economia local que estão colaborando com famílias que estão passando necessidades por conta da covid-19.

Há 2 anos