O drama dos viajantes brasileiros afetados pela pandemia do novo coronavírus que estavam isolados em Ushuaia, na província da Terra do Fogo, na Argentina, desde o início de março, começa a ter fim nesta quarta-feira (8).

Depois do deputado Goura interceder junto ao Consulado da Argentina, em Curitiba, os brasileiros conseguiram autorização para sair em comboio, com seis veículos, da região e atravessar a fronteira, primeiro com o Chile e depois a brasileira, em Uruguaiana (RS).

Apelo ao Consulado

“Fomos informados pelo cônsul da Argentina Pedro Ezequiel Marotta que os brasileiros terão salvo-conduto no território argentino e para atravessar a fronteira com o Chile e serão acompanhados por escolta policial a partir desta quarta-feira (8) até a fronteira com o Brasil”, informou Goura.

Marotta disse que o pedido feito por ofício pelo Mandato Goura foi encaminhado à Embaixada Argentina, em Brasília (DF). “Nós simplesmente demos encaminhamento ao pedido feito pelo deputado Goura. E o que foi prontamente atendido pelo nosso embaixador para resolver a repatriação dos brasileiros que se encontram na Argentina”, explicou o cônsul ao Mandato Goura.

Segundo ele, na segunda-feira (6), a Embaixada Argentina tomou conhecimento da existência de um grupo de brasileiros que se encontrava em Ushuaia sem conseguir voltar ao Brasil a partir do pedido feito pelo deputado Goura.

Embaixada Argentina

“Nosso embaixador contatou a Direção de Cerimonial do Ministério de Relações Exteriores da Argentina e começaram as tratativas com as autoridades nacionais de imigração para fornecer salvo-condutos para retornar aos seus lares os cidadãos brasileiros. Amanhã de madrugada, às 4 horas da manhã, começará o operativo de retorno desses brasileiros”, informou.

Goura contou que foi por intermédio do designer Carlos Rojas, o Chileno, que soube da situação dos brasileiros em Ushuaia. “Elke me enviou um vídeo com o apelo dos brasileiros isolados na Terra do Fogo e pediu a nossa ajuda. Por isso, contatamos o consulado”, lembrou. “Ficamos felizes que esse caso tenha uma solução positiva.

Rede de Cicloturistas

O Chileno explicou que por ser cicloativista e também fazer cicloturismo conhecia a situação de dois brasileiros que estavam presos na região. “Como cicloturista mantenho contato por redes sociais com outros ciclistas, somos bem solidários, e mantinha contato com o Marcelo e a Milena do projeto O Mundo Em Duas Bikes”, disse ao Mandato Goura.

“Foi quando soube do apelo deles e de outros pedindo ajuda para voltar ao Brasil. Foi aí que eu contatei o Goura, por sua influência política, e a Renata Falzoni, por ser jornalista, pedindo ajuda para eles”, contou Chileno. O vídeo abaixo foi compartilhado por ele e a partir deste apelo o caso encontrou uma solução. Assista:

O Mundo Em Duas Bikes

O Marcelo Furtado e a Milena Rodrigues, do projeto O Mundo em Duas Bikes, viajaram até Ushuaia de bicicleta e foram pegos pela crise da pandemia sem muitas alternativas e perspectivas de solução. “Tentamos com a Embaixada Brasileira, que chegou a dizer que disponibilizaria um voo, mas acabou cancelado. Daí nos bateu o desespero e passamos a apelar por ajuda. Foi quando fizemos o vídeo com os outros brasileiros”, contou Furtado ao Mandato Goura.

Ele e a companheira viajaram de bicicleta de Brusque, Santa Catarina, até a cidade de Ushuaia na Argentina. Foram 5.000 km pedalando durante sete meses. “Há cerca de 35 dias nós ficamos sabendo da quarentena geral aqui na Argentina. Já estávamos isolados, mas situação complicou por causa da falta de dinheiro”, explicou.

Solidariedade

Furtado disse que a solidariedade foi fundamental para que todos conseguissem superar a adversidade. “Alugamos uma casa em Rio Grande, que fica a 210 km de Ushuaia, e passamos a nos organizar. Ainda bem que tudo se resolveu. Vão levar nossas bicicletas e bagagens no comboio. Esperamos que tudo corra bem e que logo estejamos no Brasil.”

Brasileiros no exterior

De acordo com o Itamaraty, em torno de 11.200 brasileiros já retornaram ao Brasil com auxílio do Governo Federal. A ajuda está sendo feita por meio de suas embaixadas e consulados. As medidas incluem viabilizar a repatriação dos cidadãos que estão em países com exigências e restrição de deslocamento.

Orientações do Itamaraty

As orientações aos brasileiros no exterior afetados pela crise do novo coronavírus podem ser acessada clicando neste link: http://www.portalconsular.itamaraty.gov.br/alertas/covid-19-assistencia-a-brasileiros.