Mandato Goura

Espetáculo “Contraponto” do Balé Teatro Guaíra é homenageado pelo deputado Goura

O Balé Teatro Guaíra recebeu Menção Honrosa proposta pelo deputado estadual Goura (PDT) em razão da qualidade técnica e artística do espetáculo Contraponto. A homenagem, direcionada a todos os integrantes do corpo artístico e técnico, foi entregue ao diretor-presidente do Centro Cultural Teatro Guaíra, Cleverson Cavalheiro, nesta terça-feira (24).

 

“Essa homenagem é merecida pela qualidade técnica e artística do espetáculo Contraponto do Balé Teatro Guaíra. Um trabalho contemporâneo inédito que ser torna um marco artístico que contribui com a evolução da companhia e dos artistas. Por isso, fizemos questão de homenagear nominalmente todo mundo que fez esse espetáculo acontecer”, afirmou Goura.

 

O diretor-presidente do Serviço Social Autônomo PalcoParaná, Danilo Peres Buss, também estava presente na entrega da homenagem, ocasião em que o deputado aproveitou para colocar o mandato à disposição para somar esforços na busca por mais recursos para o desenvolvimento da Cultura no Paraná.

 

A assessora parlamentar e promotora cultural, Roberta Cibin, também participou da entrega da homenagem.

 

 

O espetáculo “Contraponto”

 

Para o espetáculo, dois grandes nomes da dança do Brasil e do exterior foram chamados. A iluminação também se destaca sob a produção de Lucas Amado. O universo interior é o elo entre as duas coreografias de Contraponto, as apresentações aconteceram no auditório Salvador de Ferrante (Guairinha) para garantir a intimidade com o público em uma produção carregada de sentimentos, lágrimas e suor.

 

Balé Teatro Guaíra

 

Terceira companhia de dança mais antiga do Brasil, o Balé Teatro Guaíra, ao longo de mais de 50 anos, apresentou mais de 150 coreografias, incluindo grandes sucessos de público e crítica como O Grande Circo Místico, Lendas do Iguaçu, O Segundo Sopro, O Lago dos Cisnes e Lendas Brasileiras.

 

O corpo artístico do Balé Teatro Guaíra se reinventou após a pandemia de covid-19 e trouxe novas ideias, novas referências de linguagem e diferentes coreógrafos. Em um ano e meio, já são sete espetáculos diferentes em cartaz, entre inéditos e remodelados.

 

As criações envolvem seis coreógrafos convidados, além do diretor da companhia Luiz Fernando Bongiovanni, que conduziu “Romeu e Julieta”, a última montagem apresentada ao público no maior auditório do Teatro Guaíra com a Orquestra Sinfônica do Paraná.

 

Fortalecimento e incentivo à Cultura

 

Uma das lutas permanentes do Mandato Goura é para que a Cultura tenha o devido reconhecimento no orçamento público, com recursos necessários para sua manutenção e investimentos. Em 2021, Goura lançou a campanha #culturamerecemais com o objetivo de elevar o percentual dos recursos destinados ao setor.

 

Como resultado, a ALEP aprovou uma emenda que autorizava o Executivo a incluir até R$ 100 milhões no incentivo à Secretaria da Cultura, mais do que dobrando o que havia sido proposto no projeto original.

 

“Estamos discutindo a LOA (Lei Orçamentária Anual) na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) e esse é o momento de trabalharmos para aumentar a previsão de recursos para o PalcoParaná, que trará mais estrutura e apoio tanto para o Balé quando para a Orquestra Sinfônica do Paraná”, afirmou Goura.

 

O aumento do orçamento para o Palco Paraná é fundamental para atender a demanda por melhorias salariais, uma vez que hoje 100% dos bailarinos e bailarinas e 50% dos musicistas são contratados pelo Palco Paraná.

 

 

Orquestra Sinfônica do Paraná

 

No início de outubro músicos da Orquestra Sinfônica apresentaram ao deputado Goura um quadro grave de defasagem salarial dos musicistas, que estariam recebendo metade da média salarial nacional da categoria.

 

“Essa defasagem, além de prejudicar os musicistas, pode pôr em risco a manutenção da Orquestra, já que os músicos podem sair em busca de oportunidades melhores”, avaliou Goura.

 

Na ocasião, a demanda também foi encaminhada aos deputados José Ademar Traiano, presidente da Alep, e Hussein Bakri, líder do Governo na Alep. Veja publicação aqui.

 

PalcoParaná

 

Criado pela Lei Estadual 18.381/2014, o PalcoParaná é um serviço social autônomo, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, de interesse público. Tem como missão institucional promover o desenvolvimento da cultura do Estado do Paraná, fomentando as atividades dirigidas à produção de espetáculos e concertos e à prestação de serviços relacionados às expressões artísticas e culturais.

 

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Get Curated Post Updates!

Sign up for my newsletter to see new photos, tips, and blog posts.

Subscribe to My Newsletter

Subscribe to my weekly newsletter. I don’t send any spam email ever!

Pular para o conteúdo