Mandato Goura presente na 18ª Jornada de Agroecologia do Paraná

 

O Mandato Goura teve participação ativa na 18ª Jornada de Agroecologia do Paraná, que aconteceu entre os dias 29 de agosto e 1º de setembro, na Praça Santos Andrade e na UFPR, em Curitiba.

Além de montar uma “banquinha” para distribuir materiais informativos do mandato, também participou do debate sobre “Como criar um projeto de lei para reduzir os agrotóxicos e promover a agroecologia?” organizada pela Campanha Permanente conta os Agrotóxicos e pela Vida e promoveu uma oficina sobre compostagem.

No debate sobre como criar um projeto de lei foi apresentada a proposta de se criar uma zona livre de agrotóxicos na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), protocolado na Assembleia Legislativa (Alep), projeto de lei (PL Nº 438/2019),que tem como objetivo melhorar a saúde e a qualidade de vida da população, preservar os recursos hídricos e favorecer a produção orgânica e sustentável. O projeto prevê que o comércio, o consumo e o armazenamento de agrotóxicos serão restringidos gradualmente em 50% até 2025 e em 100% até 2030.

Leia aqui a matéria sobre o PL Nº 438/2019.

E abaixo clique na foto e  confira o panfleto sobre a proposta:

E na foto abaixo leia o panfleto sobre compostagem:

Confira as fotos da participação do Mandato Goura:

Este slideshow necessita de JavaScript.

A 18ª Jornada de Agroecologia do Paraná reuniu entidades, movimentos sociais e organizações, coletivos de produtores na feira da agrobiodiversidade, outros coletivos no espaço Culinária da Terra com alimentos típicos do nosso chão.

A estimativa é que mais de dez mil pessoas tenham participado do evento e foram comercializadas aproximadamente 15 toneladas de alimentos agroecológicos como hortaliças, raízes, frutas, legumes e laticínios, segundo o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Leia aqui a matéria do Brasil de Fato sobre o debate sobre “Como criar um projeto de lei para reduzir os agrotóxicos e promover a agroecologia?”

 

E aqui tudo sobre a 18ª Jornada de Agroecologia do Paraná no site oficial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here